Enfiando o pé na lama!

Ontem fui a Sete Lagoas acompanhar o primeiro jogo do Galo no ano do Centenário. Embora a distância de Belo Horizonte até lá seja de apenas 70 Km, o problema era o horário da partida: 10 da manhã. Isto se deve ao fato de que o estádio do Democrata, a Arena do Jacaré, não possui sistema de iluminação. Então os jogos só podem ser realizados lá com muita luz natural.

Acordei às 6 horas da manhã, tomei um café “meia boca” e peguei carona com uns amigos. Apesar da chuva forte em alguns trechos, a BR-040 está em bom estado e a viagem foi tranqüila. Chegamos ao estádio por volta das 8h40 e ficamos aguardando a chegada de outros amigos.

dsc00013.jpg dsc00012.jpg

Desde que o estádio foi inaugurado, há dois anos, a imprensa mineira foi só elogios ao local. Sendo assim, cheguei lá com uma boa espectativa. A princípio, o estádio me pareceu muito bom, com um grande terreno para estacionamento bem em frente aos portões de entrada.  Mas daí em diante, foi uma decepção após a outra.

O terreno do estacionamento é todo de terra e como a chuva não dava trégua, virou um grande lamaçal! Para chegar aos portões, só passando pelo estacionamento, ou seja, enfiando o pé na lama!

 dsc00018.jpg dsc00029.jpg

E em uma demonstração de desorganização e desrespeito aos torcedores, os dois únicos portões só foram abertos apenas uma hora antes do jogo. Vale ressaltar que neste momento, as imediações do estádio já estavam tomadas por torcedores do Galo e, em menor escala (beeem menor!), do Democrata. O resultado: um “empurra-empurra” terrível, muita confusão e vários torcedores  fora do estádio no momento do início da partida, incluindo eu e meus amigos. Só consegui entrar com 30 minutos do primeiro tempo.

dsc00017.jpg dsc00019.jpg

Vencido o primeiro obstáculo, a próxima dificuldade foi encontrar um lugar para assistir o jogo. O estádio é um buraco, com o campo em um nível inferior e as arquibancadas construídas nos barrancos!! O Estádio Independência, em BH, que não é grandes coisas, pode ser considerado sensacional se comparado a Arena do Jacaré! Fiquei vendo o jogo entre a cabeça dos torcedores que estavam na minha frente.

 dsc00020.jpg dsc00021.jpg dsc00022.jpg

Se para entrar já foi complicado, sair ao final do jogo também não foi fácil! Eram muitas pessoas (18.000 pagantes) para sair por dois portões. Esperamos vários minutos até que houvesse condições de sair sem ter que empurrar ninguém! E do lado de fora do estádio, o caos para sair do estacionamento!

dsc00026.jpg dsc00027.jpg

Para piorar, o Galo perdeu o jogo por 1×0, embora tenha dominado o adversário durante quase todo o tempo e acertado a trave por duas vezes! Mas o que vale mesmo é “bola na rede”, então fica para o próximo jogo, no dia 02 de Fevereiro, sábado de carnaval, contra o Democrata de Governador Valadares, no Mineirão.

Ah, assistir partidas de futebol no interior de Minas Gerais, nunca mais!!!

Deixe uma resposta