Caminito, La Bombonera e San Telmo

Tomamos um rápido café no apartamento e saimos em direção ao nosso destino inicial do dia: o bairro de La Boca. Criado por operários e imigrantes italianos, tem este nome por se localizar na boca do Riachuelo. Até o final do século 19, era a entrada obrigatória da cidade. Mas, quando o porto foi transferido para Puerto Madero, o bairro entrou em decadência.

O táxi nos deixou em frente ao Caminito, que nada mais é que um pequena rua que se tornou um museu a céu aberto.


É interessante caminhar entre as casinhas coloridas, embora seja impossível andar 5 metros sem ser abordado por alguém oferecendo uma foto com o sósia do Maradona (que nem se parece tanto com ele), os mais baratos souvenirs (que na verdade são caros) ou chicos pedindo um dinheiro (melhor ainda se for em reales, como dizem).



Eu já li em algum lugar que o melhor de vir ao Caminito é não precisar voltar na próxima viagem a Buenos Aires. Para nós, foi apenas um ponto turístico que não poderíamos deixar de ver. Seria como ir a Belo Horizonte e não conhecer a Igrejinha da Pampulha (guardadas as devidas proporções).

Na verdade, o meu grande interesse no bairro era uma visita ao mítico estádio de La Bombonera. Consultamos o mapa e tomamos o rumo do estádio.


Enfim, La Bombonera!

Na entrada do estádio da Calle Branden fica o Museu de La Passíon Boquense. E logo percebemos que a paixão pelo Boca Juniors é grande por aqui.

Na parte inicial do museu há um loja do Boca Juniors e, claro, uma estátua de Diego Maradona!


Compramos os nossos ingressos para o tour pelo estádio. Ainda teríamos que aguardar 40 minutos para o início da visita guiada. Fomos para o único acesso gratuito ao interior do estádio e ficamos admirando as instalações.

Próximo ao horário do tour, a entrada do museu foi liberada rapidamente para os visitantes. O museu conta toda a histório do clube com fotos, vídeos, exposição de objetos e, claro, muitos troféus!

E começamos o tour pelo estádio! Marta, a nossa guia, nos levou até a arquibancadas preferenciais e contou um pouco da história do clube. É impressionante como a arquibancada fica próxima ao gramado. Alías, o estado do gramado me pareceu ruim!



Em seguida, entramos no gramado. Bem, o acesso ao gramado não foi permitido, mas chegamos bem próximos a ele.


Neste lado do estádio ficam as arquibancadas populares, onde fica a “La 12″ (em referência ao décimo-segundo jogador), a torcida mais conhecida do Boca.

Continuamos o tour, agora conhecendo a sala de imprensa.

E, por fim, visitamos os vestiários utilizados pelo time da casa.



Para mim, este foi um dos melhores passeios em Buenos Aires. Para quem gosta de futebol, é imperdível! E até mesmo a Grazi, que não gosta muito de futebol, achou muito interesante.

Passamos novamente pelo Caminito e pegamos um táxi a San Telmo, um dos bairros mais antigos de Buenos Aires. O nosso interesse em retornar lá era a feira de antiguidades da Plaza Dorrego, que acontece em todos os domingos.

Ficamos impressionados com a quantidade de tendas e a diversidade de objetos antigos à venda.






Saímos da praça e ficamos percorrendo as ruas ao redor, todas repletas de gente e lojas de antiguidade.


Passamos também pela “Igreja de Nuetra Sra. de Belén”, construída em 1734.



Um outro local interessante que encontramos foi a Passagem San Lorenzo, que fica entre as Calles Defensa e Balcare. Nesta passagem visitamos “Los Pátios de San Telmo” e um casarão onde se encontramos vários ateliês de artistas e artesãos.


Ainda na Calle Defensa encontramos o famoso Mercado de San Telmo, inaugurado em 1897.


Continuamos caminhando pelas ruas do bairro até o final da tarde. As pernas praticamente não obedeciam mais ao cérebro. Sinal de que hora de ir embora e descansar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

72 Responses to “Caminito, La Bombonera e San Telmo”

  1. Carla disse:

    A Feirinha de San Telmo é demais, né? E essas caminhadas pela Buenos Aires histórica sempre me fazem viajar no tempo…

  2. Alexandre disse:

    Carla, nós amamos a feirinha de San Telmo! É um programa para o dia todo de domingo. Encontramos coisas sensacionais, além daquele ótimo ambiente de feirinha! Na próxima viagem a Buenos Aires, voltaremos lá com certeza!

  3. Tania disse:

    Alexandre,
    Vou em agosto passar em Buenos Aires com meus netos atleticanos que adoram futebol e gostariam de visitar o Bombonera. A visita guiada é somente aos domingos? Como Compra e quanto custa? Voce saberia informar sobre os jogos lá?
    Obrigada,
    Tania

  4. Alexandre disse:

    Oi Tania!

    A visita ao estádio pode ser feita todos os dias entre 10h e 18 horas, mas nos dias dos jogos do Boca Juniors creio que há alteração dos horários. O bairro de La Boca não é muito seguro à noite, por isso sugiro não fazer o visita nos últimos horário da tarde.

    O tour somente pelo estádio custa 20 pesos. O tour completo, com visita ao estádio e ao museu custa 30 pesos. Os ingressos são adquiridos na hora mesmo, na entrada do museu que fica na Rua Brandsen.

    Em relação a assistir a algum jogo do Boca, tentei contato com um serviço especial, chamado Super Domingo Boquense. Eles demoram mais de 40 dias para responder ao meu e-mail, então não recomendo. Sei que é um pouco complicado adquirir ingressos e uma outra opção é tentar com o pessoal do hotel onde ficarão hospedados.

    Um abraço e saudações alvinegras!

    Alexandre

  5. Tania disse:

    Alexandre,
    Sua resposta foi acima da minhas expectativas.
    Assim é um atleticano!
    Obrigada’
    Tania

  6. Alexandre disse:

    Tania,

    foi um prazer ajudá-la. Se precisar de mais alguma informação, fique a vontade para me perguntar!

    Um abraço, boa viagem e saudações alvinegras!

    Alexandre

  7. Vinicius disse:

    Olá..tb estou indo em agosto p Buenos Aires!!!
    Queria saber os lugares que gostou…??
    Sobre ingressos p jogos do boca acho impossivel pois tds od ingressos são destinados a sócios e em agosto vamos estar em olimpíadas e n haverá jogos!!
    Que pena…
    Saudações Rubro Negras(Flamengo) uhauhahauha

    • Thiago Daniel disse:

      Olá!

      essa historia de que todos os ingressos são destinados aos sócios é uma pura mentira deslavada deles p induzir os turistas a comprarem os pacotes caríssimos que te pegam no hotel e te deixam no estádio!!
      qdo fui p lá em minha lua-de-mel (pois é…..ela ficou um tempinho no hotel me esperando….rsrsrsrsrrsnão poderia deixar de ver um jogo do BOCA!!!!), em junho de 2008, conheci um espertinho que trabalhava em uma loja que fui fazer umas compras em frente a la bombonera e ele me disse que era socio e me colocaria p dentro como se fosse ele, e eu so precisaria pagá-lo 50 pesos…antes disso já tinha me informado no próprio estádio e os funcionário haviam me dito que realmente só tinha o pacote turístico, pois os ingressos eram apenas para os sócios!!!!pura balela!!!!!!..fiquei nas redondezas esperando ele se desocupar e acabei puxando papo com um argentino simpatico e muito gente boa, que me “iluminou”: proximo ao estadio, a umas 2 quadras, ficam as “BOLLETERIAS” (bilheterias) do boca juniors, onde se vende ingresso para todos os setores do estádio…é que fica meio escondido….e só quem sabe é o pessoal de lá mesmo!
      fiquei muito indignado qdo descobri!!!comprei meu ingresso por míseros 20 pesos!!!!
      se liguem pessoal!!!adoram “PEGAR UM TURISTA” POR LÁ!!!
      UM ABRAÇÃO!!!!!!!!!!
      ah! estarei voltando a buenos aires em junho desse ano (2010)! essa cidade é demais!!!!

      THIAGO DANIEL – MACEIÓ – ALAGOAS

      se eu puder ajudar em mais alguma dúvida, é só darem um toque!!

      thiagobombeiro@hotmail.com

  8. Mariana disse:

    Olá! Estou pensando em fazer o mesmo passei que vocês,´só que na ordem contraria – Primeiro San Telmo, depois Caminito e Bombonera. Fiquei com medmo da feira estar acabando à tarde. Até que horas mais ou menos vcs passearam pela Feira???

    Um abraço,
    MAriana.

  9. Alexandre disse:

    Mariana,

    a feira acaba às 17 horas. Mas o movimento e locais interessantes para visitar estão espalhados também em torno da Plaza Dorrego e na Calle Defensa, que corta todo o bairro de San Telmo.

    Na minha opinião, vale dedicar um dia inteiro para explorar todo o bairro. E não recomendo deixar para ir ao Caminito e La Bombonera no final da tarde, pois o bairro de La Boca não é seguro durante a noite.

    Acho que você aproveitará mais o seu dia se for cedinho para La Boca, por volta das 8 horas. Você poderá explorar o bairro com segurança, o Caminito não estará tão cheio de turistas e poderá visitar o estádio.

    Um pouco antes do meio-dia, você vai para San Telmo, almoça e aproveita tudo o que o bairro tem para oferecer.

    Um abraço!

  10. Judy Mills disse:

    Muito boas as suas dicas.
    As casas de câmbio Metrópolis também fecham às 15h? O meu vôo chega às 14h30, logo, preciso de um lugar que fique aberto até mais tarde ou vou ter que trocar um pouco no aeroporto mesmo.
    Obrigada
    Judy.

  11. Alexandre disse:

    Olá Judy,

    em relação a troca de reais por pesos em Buenos Aires, só utilizei duas instituições para fazer câmbio: os bancos Nacion e Meridien. Não conheço a casa de câmbio Metrópolis, mas sei que algumas casas ficam abertas até às 19 horas.

    Logo na chegada a Buenos Aires, ainda na área de desembarque internacional do aeroporto, existem várias casas de câmbio. Fuja delas!!!! Estas empresas aproveitam que o turista ainda está na área de desembarque para praticar péssimas taxas de conversão de qualquer moeda por peso. A melhor cotação de reais fica na agência do Banco de La Nacion, que fica logo após a saída do desembarque internacional. Eu troquei boa parte dos meus reais por pesos lá.

    A outra instituição onde fiz câmbio, o Banco Meridien, fica no Microcentro de Buenos Aires, na esquina da famosa Calle Florida com Perón. De todas as casas de câmbio e bancos do centro, o Meridien era o que tinha a melhor cotação de reais por pesos.

    Para fazer o câmbio são necessários o passporte ou carteira de identidade e documento carimbado pelo setor de imigração argentino.

    O link abaixo vai para outro texto do meu blog. Lá você encontrará mais dicas sobre câmbio, roteiros, tranporte, etc.

    http://oquesefaz.wordpress.com/2008/06/19/dicas-de-viagem-para-buenos-aires/

    Se ainda tiver alguma dúvida, entre em contato novamente!

    Um abraço!

    Alexandre

  12. Judy Mills disse:

    obrigada, Alexandre.
    Valeu!

  13. D. disse:

    Lindas fotos todas. Ha uma que quero destacar principalmente , a fotinha das banderas de Boca na janela, essa foto é linda demais, ( é a foto que esta embaixo da foto do estadio ! : )

  14. Tati disse:

    Alexandre,

    Parabéns pelo blog!
    Estava procurando por dicas de viagem para Buenos Aires, quando encontrei.
    Adorei as dicas. Janeiro embarco para BA com meu namorado e pode ter certeza que levaremos em conta suas dicas.
    A propósito…ficaram lindas as fotos!

    • ADRIANA PIRES disse:

      BOA TARDE SOU DE FORTALEZA IREI EM BA JANEIRO /2012 POR GWNTILEZA NÃO TENHO PASSAPORTE .??
      COMO É O FRIO LÁ NESTA ÉPOCA
      GRATA

      • Alexandre Costa disse:

        Adriana, boa tarde!

        Para entrar em países que fazem parte do Mercosul você não precisa de passaporte. A carteira de identidade é aceita, desde que tenha sido emitida há menos de 10 anos e seja possível identificá-la pela foto de maneira fácil. Outros documentos, como carteira de motorista, carteira de trabalho, etc, não são aceitos.

        Olha, em Janeiro você não encontrará frio em BsAs. Estive lá em Dezembro do ano passado e o calor estava insuportável. Em Janeiro deste ano o forte e a baixa umidade chegaram a valores críticos. Pode ser que a temperatura caia um pouco durante à noite, mas nada que seja abaixo dos 20 graus.

  15. Tarcísia disse:

    Muito bom seu site!! Suas dicas serão muito úteis. Irei agora em novembro em lua de mel. O que não vi ainda foi comentários sobre casas de Tango… VocÊ foi em alguma?! Qual que vocÊ recomenda?!
    VocÊ chegou a visitar a cidade de Plata?! Acha que vale a pena?! Aquele site do governo de BsAs eu tinha encontrado no google e achei muito bacana. Imprimi quase todos os roteiros a pé. Só não consegui ver quais que eles disponibilizam com guia que são de graça.

    Desde já agradeço!

  16. Alberto Lima disse:

    Valeu mesmo as dicas, eu sou baiano e quero ir a Buenos Aires em Janeiro, pretendendo conhecer também o Bombonera. Sou torcedor do Bahia, mas nutro uma grande admiração pelo futebol da Argentina.

  17. Alexandre disse:

    Tati, obrigado! Eu amo fotografia e Buenos Aires é uma cidade excelente para quem gosta de fotografar! Tenho certeza que você e seu namorado vão adorar a viagem!

  18. Alexandre disse:

    Tarcísia, obrigado pelo elogio!

    Eu cometi um pecado grave: estive em Buenos Aires e não fui em nenhum show de tango.

    Já ouvi muitas opiniões sobre shows de tango em BsAs. Alguns acham tudo maravilhoso, outros encararam como pegadinha de turista, como um show de mulatas do Sargentelli para gringos.

    Uma dica de show que li no Viagem na Viaje (e, portanto, muito recomendada) foi o Bar Sur (http://www.guiaoleo.com.ar/detail.php?ID=3589), que fica no bairro de San Telmo. É um show intimista, em um pequeno espaço, com tangos genuínos e frequentado por mais argentinos que estrangeiros, o que é um bom sinal.

    Tem um ótimo texto da Carla, no blog Idas e Vindas, contando sobre o show que ela assistiu no Bar Sur. Dá uma passadinha por lá pra ler (http://blogs.abril.com.br/idasevindas/2008/09/bailando-no-bar-sur.html).

    Um abraço!

  19. Alexandre disse:

    Albert, como você gosta de futebol, vai adorar o passeio pelo La Bombonera. Até a minha esposa, que não é fã do esporte, ficou encantada com o passeio. O estádio não é um luxo, mas é imponente!

    Um abraço!

  20. Soraya disse:

    Olá, Alexandre

    Adorei seu blog, e se eu tiver as mesmas impressões que vc em BA, com certeza vou querer voltar umas 500 vezes pra lá..rss
    Bom, não sei se vc pode esclarecer uma duvida minha: vou agora em fevereiro para lá com um pacote da cvc, e estão nos oferecendo um passeio de trem para a cidade de Tigre. Será que é uma boa?? Vc fez esse passeio, ou ouviu falar dele??? Não encontrei informação na net pra ter certeza…

    Parabéns pelo blog!!

    Abraços

  21. Eliane Hayabusa disse:

    Olá!!!
    Parabéns pelo seu blog! Está sendo muito útil para mim, pois vou para lá na próxima semana!!!
    Anotei todas as suas dicas!
    Parabéns!
    Eliane

  22. silvia bentes disse:

    Olá, parabéns pelo blog!

    Viajerei para Buenos Aires no final do mês e gostaria de saber se vc poderia me dar uma informação?

    Vi suas fotos na Bombonera e meu marido é louco por futebol, gostariamos de visita-lo, mas até agora não consegui obter informação sobre os dias e os horários de visitação. Você poderia me informar?

    Desde já obrigada!

    • Alexandre disse:

      Silvia, obrigado pelo elogio.

      Consegui encontrar a informação no site do “Museu de la Pasión Boquense”, o museu do Boca Juniors, que fica na entrada de visitantes ao estádio: http://www.museoboquense.com/museo-04.php

      A visita ao estádio pode ser feita diariamente, das 10h às 18h, exceto em dias de jogos, cujo horário é modificado de acordo com a partida. Eles aconselham ligar antes de ir para confirmar o horário de funcionamento. O telefone é (54 11) 4362-1100 (quando estiverem em BsAs, procure um locutório e faça a ligação local. O valor é baratíssimo).

      Eu aconselho a fazerem a opção ESTADIO TOUR + MUSEO, que dá direito ao passeio que fiz pelo estádio e conhecer também o museu, que é muito interessante. Ah, o valor é de 30 pesos por pessoa, uma verdadeira pechinha.

      Um abraço!

  23. ana paula disse:

    olá tudo bem? tb adorei o blog! muito legal!!!! queria uma ajuda: vcs ficaram qtos dias por lá? vou pra lá e vou ficar 7 dias…..vcs acham que dá pra ver bastante coisa? vcs foram a porto madero? nós vamos chegar no domigo às 11, então vc acha que dá pra ir nesta feira de san telmo que vcs foram?
    abraços e obrigada,
    Ana Paula.

  24. ferpo disse:

    Em julho agora, irei à Argentina com a minha namorada. passaremos uns 10 dias lá. Alguém ai tem alguma dica, recomendação ou roteiro de lugares maneiros que possa me passar???

    Agradeço !!!!]

  25. Juliana disse:

    Ola, Como é bom este negocio de internet né?
    Adorei as dicas e gostaria de obter mais uma qual o melhor bairro para se hospedar em Bs As??
    Obrigada

    • Alexandre disse:

      Oi Juliana!

      Na minha opinião, o melhor bairro pra se hospedar em BsAs é a Recoleta. Além de ser um bairro charmoso, bacana e com muitas atrações, está no meio do caminho entre diversos bairros interessantes da cidade. Pra quem está indo pela primeira vez para BsAs, é uma opção imbatível!!

      Um abraço!

  26. Raphaela disse:

    Olá, estou pesquisando os melhores lugares para visitar em Buenos Aires, pois vou em Julho.
    Eu e meu namorado somos apaixonados por futebol e uma de nossas prioridades é conhecer La Bombonera, mas a agência que fechamos pacote disse que não tem como reservar ingressos para esse tour que vocês fizeram, gostaria de saber como vocês fizeram e se tem alguma dica.
    Obrigada pela atenção.

    • Alexandre disse:

      Raphaela,

      creio que realmente não dá pra comprar os ingressos antecipadamente. Mas para conhecer o estádio, como nós fizemos, é muito simples. Basta ir até o La Bombonera e procurar pelo acesso ao Museu. Lá eles vendem os ingressos na hora para fazer o passeio.

      Uma dica é chegar cedo ao bairro, por volta das 9 horas, ir direto ao estádio e ver se tem uma visitação programada para aquele horário. Se não tiver, vocês podem comprar o ingresso para o próximo horário de visitação e podem conhecer o bairro de La Boca e o famoso Caminito enquanto aguardam.

      Um abraço!

  27. Bárbara disse:

    Olá, estou fazendo meu roteiro de viagem e gostaria de saber quanto tempo eu preciso para fazer o Tour pelo o estádio e conhecer o Museu?! Seria necessário a tarde toda? Em quantas horas faço isso?

    Obrigada por dividir as irformaçoes com a gente =)

    • Alexandre disse:

      Bárbara,

      para conhecer o estádio e o museu você não precisa dedicar uma tarde inteira. A visita ao estádio e museu dura, no máximo, umas duas horas.

      O mais interessante é ir na parte da manhã, conhecer uma parte do bairro de La Boca, como o Caminito e arredores, fazer o tour pelo estádio e sair para almoçar em um dos bons restaurantes de San Telmo, bairro vizinho de La Boca.

      Um abraço!

  28. Ana Elisa Botão disse:

    Olá, fui procurar por visitas guiadas ao Estádio do Boca Juniors no Google e achei seu blog como referência… Estou viajando para a Argentina, nessa segunda dia 12/07/2010 e gostaria de saber se você pode me ajudar:
    – Como você fez para conseguir uma visita lá?
    – Sabe quanto custa?
    – A visita são feitas todos os dias?
    – Quais são os horários?

    Por favor, estou desesperada para saber e o Google não me ajuda, e como não falo nada de espanhol, não sei se consigo informação sozinha!

    Pode me responder por email? Mas se preferir, pode ser por aqui mesmo…

    Desde já, obrigada!
    E seu blog tá demais! As fotos são ótimas!

    • claudia disse:

      Ana, eu costumo acompanhar o blog do Alexandre que é muito legal. Ele está na Europa e logo logo deve postar as fotinhos de lá para tb bolarmos uma fora p/ lá posteriormente.
      Vou ajudá-la com o que conheci de lá no mês passado.
      Visitei o Boca num sábado. Custa 20 pesos, equivale então a 10,00 p/ entrar e conhecer o museu. Eu não quis conhecer o museu , quis apenas bater fotos de lá de dentro.
      Fui lá por volta de 11 da manhã. Acredito que fiquem o dia todo e todos os dias , pois Buenos Aires respira turismo.
      Não deixe de visitar o Caminito tb. O Alexandre escreveu no blog que era meio chato, mas é o máximo na minha opinião.
      Eu sou de SP e parece muito Embu das Artes (aqui na Grande SP), com muito artesanato, lembrancinhas , show de tango na rua e restaurantes maravilhosos!!!
      É isso, se tiver alguma outra dúvida é só dizer.
      Até mais!
      Claudia

      • claudia disse:

        Ana Elisa Botão,

        Não se desespere não, complementando apenas: peça para o taxista levar vc ao estádio do Boca, acho que foi o táxi mais caro que paguei, a corrida foi em torno de 26 pesos – 13 reais do Centro até o Boca. O taxista te deixa na porta do Boca e para ir ao Caminito , vc vai a pé, são 3 quarteirões apenas.
        Claudia

  29. Ana Elisa Botão disse:

    Claudia, muuuito obrigada!

    Você me deu uma grande luz pra essa viagem! Meu namorado Gabriel adoraria conhecer o estádio, já que na última vez que ele foi pra Buenos Aires, o estádio do Boca estava fechado! =/

    Muito obrigada, mesmo!
    Pelo menos tenho uma noção do que fazer por lá!

    E ah! Estamos com uma grande vontade de visitar La Boca, o Gabriel pelo estádio do Boca e eu pelo Caminito! Vejo por fotos e acho encantador!

    Mais uma vez obrigada!

    Ana .

    • claudia disse:

      Ana Elisa Botão,

      Precisando é só dizer! Eu tb não falo espanhol e nem meu marido. Todos se entendem muito bem por lá, é só pedir para eles falarem um pouco devagar (caso vc não entenda alguma palavra do que disserem).
      Qdo vc chegar no Boca, vai dar de cara com um guichê e lá tem vários preços. Para a entrada e conhecer automaticamente o museu, custa 20 pesos por pessoa.
      Tem outros preços na tabela deles, mas depois vc pergunta o que está incluso e eles vão dizer na hora.
      Tudo dará certo, fique tranquila!
      Ah! Se puder, vá a um show de tango que é a coisa mais linda do mundo. Fui no Piazzolla e recomendo, mas eles não são os mais famosos de lá. Os famosos são : Senhor tango e Esquina Carlos Gardel.
      Boa viagem!!!!!!
      Claudia

      • Alexandre disse:

        Ana Elisa, as dicas da Cláudia estão certinhas! Tem visitas guiadas durante todo o dia, não se preocupe. Basta pegar um táxi para La Boca e pedir ao taxista pra te deixar no estádio. Na volta, venha caminhando e conheça o Caminito, que fica pertinho. De lá, pegue outro táxi pra ir onde quiser, pois não é muito seguro caminhar por ruas não turisticas do bairro.

        Cláudia, muito obrigado por “tomar conta” do blog enquanto eu viajava! Já estou separando algumas fotos e espero colocar textos aqui em breve!

        Um abraço!

  30. Matheus Sena disse:

    Parabéns pelo post, ajudou muito! Vou a Buenos Aires na terça pela primeira vez e um dos meus sonhos é conhecer La Bombonera. Alguém sabe me tirar uma dúvida: qual horário mais ou menos que os tours pelo estádio funcionam? Obrigado!

    • Alexandre disse:

      Obrigado Matheus! Os horário de visita ao estádio são entre às 10h e 18h, exceto nos dias de jogos do Boca Juniors. Tentei acessar o site do Museu para confirmar o horário de funcionamento, mas a página com esta informação não está disponível (http://www.museoboquense.com/home.php). Acho melhor confirmar a informação quando estiver em BsAs para evitar problemas. O telefone é (54 11) 4362-1100 (quando estiverem em BsAs, procure um locutório e faça a ligação local. O valor é baratíssimo).

      Um abraço!

  31. Gisele disse:

    Bom dia !

    Achei esse blog o máximo… vária dicas interessantímas… Em setembro irei para Bas com meu marido e alguns amigos, fiz algumas pesquisas na internet e gostaria de opinião de alguém que conhece BAs para dizer se estou perdendo algum passeio imperdível ou se estou viajando na maionese (não dará tempo de ver tudo que quero)

    Chegaremos no sábado por volta de 13hs… segue roteiro:

    > SÁBADO (Palermo e Puerto Madero):
    Palermo ( Bosques de Palermo)
    La Caballeriza
    Puerto Madero (Av Alicia Moreau de Justo, Fragata Sarmiento, Puente de La Mujer e Cassino Flotoante.

    > DOMINGO (San Telmo + Boca + Caminto):
    Plaza Dorrego, Estádio Boca Júniors e Caminto

    > SEGUNDA (Centro + Retiro + Recoleta):
    Plaza Mayo, Casa Rosada, Calbido, Catedral Metropolitana, Av. Mayo, Av. 9 de Julio, Teatro Colon, Obelisco, Paseo La Plaza, Plaza San Martin, Plaza Francia, Malba, Museu Evita, Museu Belas Artes, Floraris Generica.
    Jantar Tango Porteño
    > TERÇA (COMPRAS) voltamos nesse dia:
    Av. Santa Fe, Outlets, Calle Malabia, Calle Florida, Galerias Pacifico, Av. Cordoba, Abasto Bas…

    Dentro desse roteiro, visitaremos café tortoni, provaremos as empanadas…

    • Alexandre disse:

      Gisele,

      pra ser bem sinceiro, acho que você está sofrendo da “Síndrome de overplannig”. O seu roteiro contém muitos lugares pra visitar em pouco tempo. Se quiser aproveitar mesmo estes 4 dias em BsAs, relaxe e escolha somente aquilo que mais te interessa. Pra entender melhor esta tal “Síndrome de overplannig”, leia este ótimo texto do Ricardo Freire no Viaje na Viagem: http://www.viajenaviagem.com/2010/05/cuidado-com-a-sindrome-do-overplanning/

      Veja bem: se o seu vôo chega em BsAs às 13h, acredito que você não chegará ao seu hotel antes das 15h. Além do processo de desembarque, aguardar as bagagens, você ainda vai passar pela imigração. Além disso, o Aeroporto de Ezeiza não fica próximo ao centro de BsAs. Leve em conta também o tempo perdido com o checkin no hotel, colocar as malas no quarto, etc. Considerando tudo isso, o seu sábado em BsAs só vai começar depois das 16h.

      E saindo do hotel depois das 16h, pode ir para Palermo, mas ou você conhece o bairro (ruas, lojas, bares, restaurantes) ou vai aos bosques. Digo isso porque a “região dos bosques” inclui o Parque Tres de Febrero, o Rosedal e o Jardim Japonês, que são lugares belíssimos, mas também enormes! Considere também que Puerto Madero fica no lado oposto da cidade.

      No domingo, sugiro que inicie o roteiro logo cedo pelo Caminito e La Bombonera. Chegando cedo você escapa da horda de turistas que chegam em ônibus turísticos e ocupam todo o local. De La Boca, você pode pegar um táxi, ir para San Telmo e almoçar em algum dos restaurantes que ficam próximos à Plaza Dorrego. A feirinha de antiguidades fica melhor após o horário do almoço! Aliás, eu iria a Puerto Madero neste dia, pois a feira termina após às 15h.

      O seu roteiro de segunda-feira é possível, mas leve em consideração que a área a ser visitada (Centro, Retiro e Recoleta) é enorme e você não vai conseguir ver tudo direito. No máximo, vai passar rapidamente pelos locais escolhidos.

      Na terça-feira, com seu vôo saindo às 20h, você deve estar no aeroporto às 18h. Pense no processo de checkout do hotel e deslocamento até o aerporto. Isso vai demandar uma boa parte do seu dia.

      O meu conselho é: selecione o que você mais deseja ver, e deixe o restante para uma próxima viagem. Assim, você vai aproveitar melhor sua estadia em BsAs para realmente conhecer alguns lugares, e não apenas “passar” por eles.

      Um abraço!

      • Pablo disse:

        boa tarde

        gostaria de informações sobre a visita no estadio la bombonera se tem algum guia que possa acompanhar a saida do hotel ate o estadio se pode ser de taxi, algum e mail!!

        obrigado

        • Alexandre Costa disse:

          Olá Pablo!

          Eu desconheço algum serviço de guia turístico que leve do hotel ao estádio, mas deve existir. Só acho que é uma bobagem, pois embora o bairro de La Boca não seja um primor de segurança, você pode pegar um táxi no seu hotel e descer na porta do estádio. Ao sair da visita, pergunte ao pessoal da loja do Boca Juniors que fica na entrada do museu onde você pode pegar um táxi de volta e qual o melhor caminho.

          Um abraço!

  32. deivid disse:

    grande alexandre! legal suas dicas, gostaria de trocar ideia sobre meu roteiro consigo, é possível vc me mandar seu e-mail para meu e-mail? abraços
    deividlchibaia@gmail.com

  33. Barbara disse:

    Olá Alexandre!

    Gostaria de saber quanto tempo dura a visita guiada no estádio La Bombonera (museu+estádio) e se em 1:30 eu faço o principal da Feira de San Telmo.
    Obrigada!

    • Alexandre disse:

      Olá Barbara!

      A visita guiada no La Bombonera dura cerca de 1h, mas só a parte do estádio. Na Feira de San Telmo, a duração depende do seu interesse pelas barracas, objetos que estão à venda, etc. Já te adianto que a feira tem muitas coisas interessantes pra ver, mas acho que em 1h30 dá pra ver muita coisa sim.

      Um abraço!

  34. Barbara disse:

    Olá, achei suas dicas otimas…
    Devo estar indo agora em Julho (2011) e gostaria de saber qual hotel vc ficou.Estou tentando montar meu propio pacote e junto comigo deverá ir mas uns 10 amigos que me deram o dever de tentar organizar tudo, e eu gostaria de poder contar c/ sua ajuda p/ saber quais os melhores bairros p/ se procurar hotel e quais são os mais proximos da Bombonera pq alguns iram participar de um campeonato de futebol amador la.Os jogadores ganham as passagens e a hospedagem mais sem acompanhantes e as esposas (assim como eu) estão aflitas p/ organizar nossa ida p/ a Argentina.
    Agradeço se puder ajudar!
    Abraços…

    • Alexandre Costa disse:

      Olá Barbara!

      Nas duas vezes em que estive em BsAs eu não fiquie hospedado em hotéis. Optei por alugar um apartamento, pois é mais barato, confortável e interessante. Não sei quantos dias vocês ficarão na cidade, mas se for um período igual ou superior a uma semana, acho que é um ótima opção. Leia estes textos para entender o processo e ver um dos aptos onde fiquei:

      http://www.oquesefaz.com/2008/06/19/dicas-de-viagem-para-buenos-aires/
      http://www.oquesefaz.com/2008/06/02/enfim-buenos-aires/

      La Boca, o bairro onde está localizado o La Bombonera, não é o lugar mais indicado para ficar hospedado. É um bairro periférico e perigoso, principalmente à noite. O bairro de San Telmo é próximo à La Boca e mais seguro, além de ter muitos restaurantes, bares e opções para entretenimento. Caso encontre um hotel ou apto para alugar por lá, é uma boa opção.

      Na minha opinião o melhor bairro para se hospedar em BsAs é a Recoleta. Considere que os táxis são muito baratos por lá. Eu peguei um táxi da Recoleta para ir até La Boca e paguei cerca de 20 Reais.

      Se precisar de ajuda com mais alguma coisa, é só me falar!

      Um abraço!

  35. Margarida disse:

    Oi Alexandre, Parabéns pelo site, muito legal!!!!

    Vou viajar em agosto, vamos passar sete dias em Buenos Aires, fiz um roteiro pesquisando na INTERNET, por favor, me ajude a melhorá-lo.

    Roteiro de viagem Buenos Aires

    Saída dia 03/08/11. Chegada dia 04 às 10:00h

    1º dia 04/08/11 às 10:00h, Quinta – feira – se instalar no hotel
    Às 12:00h almoçar
    Às 14:00h conhecer o centro da cidade
    • Obelisco, Casa Rosada e City Tour no Mini-Centro de Buenos Aires;
    • Compras na Calle Florida;

    2º dia 05/08/11- Sexta – Feira
    Destino inicial do dia: o bairro de La Boca. descer em frente ao Caminito, conhecer uma parte do bairro de La Boca, como o Caminito e arredores, fazer o tour pelo estádio e sair para almoçar em um dos bons restaurantes de San Telmo, bairro vizinho de La Boca.
    De volta ao bairro de Recoleta não deixe de visitar a avenida Alvear (onde ficam as badaladas lojas de grife), o Museu Nacional de Belas Artes (com obras de Goya, Manet, Van Gogh e artistas locais, como Pueyrredón e Malharro), e o cultuado Cemitério de la Recoleta (onde estão sepultados diversos heróis e grande vultos da história Argentina, sendo a mais visitada a de Eva Perón. Evita foi casada com o presidente Juan Perón, e sua luta pelos pobres do país fez com que ela fosse adorada por toda nação. Faleceu com apenas 33 anos, e muitos na Argentina a consideram verdadeira santa.
    À noite show de Tango.

    3º dia 06/08/2011 – Sábado
    Puerto Madero é outra dica turísticas certa. A região abrigava o porto da cidade, mas depois de submetido a um amplo projeto de revitalização transformou-se em concorrida atração turística, tanto entre moradores como entre turistas. Seus armazéns agora abrigam instalações de ensino, escritórios, restaurantes e bares. Mas o diferencial de Porto Madero é mesmo seu visual, com grandes galpões frente aos diques, guindastes, pontes, embarcações ancoradas, e do lado oposto do canal imensas torres empresariais e residenciais, formando um dos bairros mais valorizados de Buenos Aires
    Em Porto Madero sugerimos visitar a histórica Fragata Sarmiento e também a Corbeta Uruguay e ainda a Puente de la Mujer. Depois escolha um restaurante para almoço ou jantar. Um dos mais badalados e com filas enormes na porta, principalmente aos domingos e feriados é o Siga la Vaca. Mas na última vez que estivemos lá ele estava tão cheio e a a fila era tão grande que decidimos almoçar em outro local.
    ir aos teatros e museus de Buenos Aires dentre outras várias programações.

    4º dia 07/08/2011- Domingo

    Aos domingos, um programa imperdível é a Feira de San Telmo, no bairro de mesmo nome. A feira acontece numa praça central, a Plaza Dorrego, e o ambiente lembra uma mistura de feira de antiguidades, artesanato, concurso de fantasias e apresentação teatral. Tudo ao ritmo do tango. Deu para entender? Pois é, só vendo. São dezenas de quiosques oferecendo gramofones, pratarias, porcelanas, livros, cuias de chimarrão, vidros, móveis, trabalhos em couro, rodeadas por restaurantes e bares
    Outro bom endereço para compras é o Shopping Abasto (metrô linha B, estação Carlos Gardel), o maior da cidade. São cinco andares, dozes cinemas e dezenas de bares e restaurantes. No setor de alimentação, não deixe de experimentar os deliciosos sorvetes do Freddo.

    5º dia 08/08/2011 – Segunda – Feira

    Dica de translado entre Argentina e Uruguai: Muita gente faz a ligação entre Montevidéu e Buenos Aires via fluvial pelo Buquebus. Esta empresa oferece ligação entre o Uruguai (cidades de Montevidéu e Colônia) e Buenos Aires. Pode-se ir de ônibus até Colonia e de lá pegar o barco até Buenos Aires, ou então atravessar direto entre as duas capitais. Fizemos este trajeto ao partir e recomendamos o serviço. As embarcações são modernas e confortáveis e dispõem de bar e duty free a bordo. Mas a bordo não são aceitos pesos uruguaios nem cartões de crédito. Somente pesos argentinos e dólares. Bilhetes podem ser comprados pelo site ou no próprio local de embarque, o terminal Buquebus, situado no porto, quase em frente ao Mercado del Puerto. Mais detalhes no site da empresa: Buquebus

    6º dia 09/08/2011 – Terça – feira

    Para finalizar o passeio a Buenos Aires nossa última sugestão é passar um dia em Tigre, localidade situada às margens do Rio da Prata. Esta é uma região exclusiva, com belas residências, ilhas, reservas florestais e a melhor forma de percorrer o arquipélago é a bordo das embarcações que partem do ancoradouro turístico de Tigre. Lá você poderá escolher a excursão de sua preferência, oferecidas com durações e itinerários diversos, algumas com almoço incluído no passeio. Tigre fica a menos de uma hora de trem de Buenos Aires, e as composições partem a toda hora da Estacion Retiro, próxima ao centro da cidade.

    7º dia 10/08/2011 – Quarta – feira retorno às 22:00h.
    Último dia em Buenos Aires. Acordar cedo, tomar café e pegar um táxi em direção ao Jardim Botânico.
    Localizado no bairro de Palermo, o Jardim Botânico foi inaugurado em 1898 e conta com cerca de 6.000 espécies de plantas, além de várias esculturas e fontes.

    Ficaremos hospedados nno Castellar Hotel, na AV de Mayo. Este hotel fica bem localizado?

    • Alexandre Costa disse:

      Oi Margarida!

      Eu não posso montar um roteiro inteiro para você, mas tenho algumas considerações e sugestões. Espero que ajude!

      1) como você chegará a BsAs às 10h, considere que perderá tempo na imigração (que pode ter um fila grande caso outros voos estejam programados para chegar no mesmo horário. Mas em geral, não é demorado) e o deslocamento até o hotel. Caso chegue no Aeroporto de Ezeiza, são cerca de 50 minutos, e caso chegue pelo Aeroparque, cerca de 15 minutos. Seu hotel está localizado no centro da cidade. Não é a localização que eu prefiro, mas está a meio caminho de todos os lugares.

      2) Os bairros de La Boca e San Telmo são muito próximos. Sendo assim, deixe para conhecer La Boca e suas atrações no Domingo. Como a Feira de San Telmo só começa mesmo por volta das 11h, você pode chegar cedo no Caminito (não saia andando pelos arredores do bairro, é bastante perigoso) fazer o tour no La Bombonera e depois ir para San Telmo. Te garanto que em 30 minutos você ja´viu tudo o que há para ser visto no Caminito e o tour no estádio dura cerca de 45 minutos (certifique-se que haverá tour neste dia, pois em dias de jogos do Boca Juniors no estádio, os tour são cancelados). Conjugar a visita La Boca + San Telmo vai te poupar tempo e esforço. Dedique mais tempo a San Telmo, um dos bairro mais agradáveis da cidade. Nas ruas paralelas a Plaza Dorrego, onde acontece a feirinha, existem muitos antiquários e o Mercado de San Telmo.

      3) No Sábado eu iria para Palermo, local que fica bastante movimento neste dia. Começaria o dia fazendo um tour pelo Jardim Botânico e Rosedal (belíssimo), almoçaria em Palermo (no Social Paraiso, Honduras 5182, esquina com Uriarte) e ficaria durante a tarde caminhando por Palermo Soho, nos arredores da Plaza Cortázar. Em Palermo estão as lojas da moda e várias outlets. Veja o que eu escrevi sobre Palermo, Jardim Botânico e Rosedal nestes links:
      http://www.oquesefaz.com/2008/06/11/jardim-botanico-jardim-japones-rosedal-e-puerto-madero/
      http://www.oquesefaz.com/2008/06/08/palermo-almoco-passeio-compras-e-jantar/

      4) Como imagino que seja a sua primeira vez em BsAs, não iria ao Uruguai ou ao Tigre. A travessia do Rio da Prata até o Uruguai pode demorar de 40 minutos a duas horas (caso queira ir apenas a Colonia de Sacramento). Para ir até Montevideo, serão necessárias mais duas horas de deslocamemnto. Você vai chegar cansada lá e ainda não tera tempo suficiente para conhecer 20% da cidade. Aproveite para conhecer mais de Buenos Aires! Eu ja a Buenos Aires duas vezes, num total de 17 dias, e não conheci tudo o que queria na cidade. Jamais fui ao Uruguai ou Tigre.

      5) A Recoleta é muito mais que Avenida Alvear, Cemitério e o Museu. Leia este texto e veja algumas outras atrações do bairro, como a Floralis Genérica, Pracinha da Recoleta e Livraria El Ateneo (que fica em um antigo teatro e é considerada uma das livrarias mais bonitas do mundo): http://www.oquesefaz.com/2008/06/04/uma-voltinha-pela-recoleta/

      6) Dedique apenas uma tarde a Puerto Madeiro, pois é suficiente para conhecer o bairro. É bonito ver o pôr do sol de lá. E evite, ou melhor, fuja do restaurante Siga La Vaca!! É pegadinha de turista! É caro, comida ruim, atendimento péssimo!

      Um abraço!

      • Margarida disse:

        Alexandre, Muito obrigada pelas dicas, realmente é a primeira vez que vou a Buenos Aires.

        Parabéns pelo trabalho é muito legal e tenho certeza que ajuda muita gente, já que o real está valorizado, muitos brasileiros têm a aoportunidade de conhecer outros países pela primeira vez.

        Um abraço e continue com estes excelente trabalho.

        Margarida

        • CRISTIANE ALVES disse:

          Oi Margarida. . td bem.O que vc achou do Hotel Castellar? Ficaremos (06 pessoas) nesse hotel de 08/10 a 15 10/11. Desde já agradeço. Cristiane

  36. Michele disse:

    Oi, Alexandre, adorei suas dicas!
    Quero ir ao La Bombonera e na feira de San Telmo no mesmo dia!!
    Você foi num domingo? Sabe o horario de funcionamento do La Bombonera?

    Obrigada e Parabens!!

    • Alexandre Costa disse:

      Oi Michele!

      Eu acho a combinação La Boca + Feira de San Telmo perfeita! Pois em La Boca você conhece o Caminito em 30 minutos e o tour no La Bombonera são cerca de 45 minutos. Aí e pegar um táxi e curtir a feirinha!

      Segundo o site (http://www.museoboquense.com/museo-04.php) o primeiro horário de tour é às 10h. Eu cheguei no Caminito às 9h e depois fui direto para o estádio. Antes de meio dia já estava em San Telmo. Mas nos dias de jogos do Boca no La Bombonera não há visitação. Verifique antes de ir, ok?

      Um abraço e obrigado!

  37. mylena costa disse:

    Alexandrei, ir andando do Caminito ate o estadio nao é perigoso?? To com medo… Ah, e quanto fica o taxi do estadio ate a feira de San Telmo? Obrigada
    Mylena

    • Alexandre Costa disse:

      Oi Mylena!

      Do Caminito até o La Bombonera é muito perto. Pergunte a um dos vários policiais que ficam no entorno do Caminito qual o melhor caminho (e mais seguro) para chegar até lá.

      Um táxi de La Boca até San Telmo (uso como referência a Plaza Dorrego, o bairro é grande) é barato, cerca de 15 Pesos (uns 10 Reais).

      Um abraço!

  38. Ola!

    Primeiramente parabéns pelo blog.

    Quero muito conhecer B.A um dia, espero ir no ano que vem.

    Gostaria de saber (sem valor extao) se é muito caro para os nosso valores, ficar pelo menos 1 semana por lá.

    Queria muito conhecer alguns lugares, especialmente estadios como La Bombonera e os dois estadios de Avellaneda (O Cilindro e o Libertadores da America) mesmo sabendo que Avellaneda é uma espécia de região metropolitana de Buenos Aires.

    Comida não deve ser caro mas hospedagem? É fácil achar hoteis baratos por la?

    Abçs!

  39. Ola! A primeira mensagem saiu cortada…rs

    Primeiramente parabéns pelo blog.

    Quero muito conhecer B.A um dia, espero ir no ano que vem.

    Gostaria de saber (sem valor exato) se é muito caro para os nosso valores, ficar pelo menos 1 semana por lá.

    Queria muito conhecer alguns lugares, especialmente estadios como La Bombonera e os dois estadios de Avellaneda (O Cilindro e o Libertadores da America) mesmo sabendo que Avellaneda é uma espécie de “região metropolitana” de Buenos Aires.

    Comida não deve ser caro, mas hospedagem? É fácil achar hoteis baratos por la? Taxis?

    E a questão de segurança, os lugares que você visitou, teve algum problema com isso, ou é seguro andar a pé pelas ruas de determinados bairros? Pelo que vi, La Boca não é recomendado andar à noite, mas e os outros lugares que você visitou como San Telmo? Pois pelo que vi, em dia de feira é bem movimentado.

    Sem falar na questão de hospitalidade, os Argentinos tem aquele “receio” de falar, ou dar informações à estrangeiros, principalmente Brasileiros?

    Abçs!

    • Alexandre Costa disse:

      Oi Paulo!

      A questão de ser barato ou caro depende do orçamento de cada uma. Existe uma Buenos Aires para cada tipo de orçamento, mas com a valorização do Real frente ao Peso nos últimos anos, a capital argentina ficou mais barata para nós. Atualmente não é mais tão barata quanto na época da minha viagem para lá (2008), mas ainda compensa. Os táxis, por exemplo, são muito mais baratos que em qualquer grande capital brasileira!

      Em relação à segurança, recomendo tomar os mesmos cuidados que você tomaria em qualquer grande cidade brasileira. Em San Telmo, por exemplo, é tranquilo caminhar pelas ruas, mas deve-se tomar cuidado com batedores de carteira em locais de muio movimento, como a Calle Florida, metro, feiras, shoppings, etc, além de já ter lido sobre roubo de câmeras fotográficas e bolsas em alguns locais.

      Eu não tive nenhum problema com os argentinos, sempre que precisei de informação nas ruas fui bem tratado. Mesmo não falando espanhol é possível se fazer entender.

      Um abraço!

      Alexandre

  40. bruno disse:

    Alexandre, muito boa as dicas, me diz uma coisa, do caminito até o la bombonera dá pra ir a pé? É seguro?

    Abraços!!!

    • Alexandre Costa disse:

      Oi Bruno! O estádio é próximo ao Caminito e dá pra ir a pé. La Boca não é um bairro muito seguro, principalmente à noite, mas estive lá duas vezes e fiz o trajeto do Caminito ao La Bombonera sem problemas. Mas sempre pergunte a um dos policiais que estão sempre na região qual o melhor caminho a seguir.

      Abraço!

Deixe uma resposta